Sem categoria

A técnica como ponte para o autoconhecimento: consciência muscular

Oioi, gente, tudo bem?

Voltei!! E agora para a gente fazer juntas essa conexão!! Ou melhor, você que faz dança também acredita que é possível a gente criar uma relação de autoconhecimento com a consciência muscular que alcançamos em uma aula de dança?

Mas antes disso, você está atenta ao potencial que uma aula de dança tem para a incrível descoberta das possibilidades de movimentação pelo corpo, mas usando muiiiiita ativação muscular?

Bom, chega de pergunta e bora refletir. Aqui a gente tem feito muito o exercício de analisar os movimentos em suas nuances usando duas ferramentas:

  1. segmentar em várias partes
  2. colocar no slow motion – inclusive os movimentos de repertório lento

E claro que analisamos cada movimento na prática, ou seja, fazendo suas partes e assim, dando luz para o grupo muscular que fará determinado movimento! É tão incrível que vemos uma diferença estética tremenda entre um movimento solto, apenas colocado na contagem dele mesmo e musical, e um movimento buscando ativar determinados músculos, mesmo que superficialmente de início.

2020.01.30.foto1
Puja realizado pela turma do Curso Intensivo Mensal – módulo 1.

Daí, meus amores, que isso nos traz muitas questões pessoais. Vou listar as que mais aparecem em sala de aula, muitas vezes por comentários espontâneos ou só de ver nos olhos, já consigo sentir:

  • Paciência. ah, tem dia que não rola mesmo. Tem dia que o corpo não responde; que o cérebro não entende o comando. Vai dando um calor, uma pressão, uma tensão… ai, deu! Chega de fazer esse movimento!!
  • Comparação. Hum, como assim, tô na minha segunda aula e não consigo fazer isso ainda? Puxa, mas ela é mais velha que eu e ainda não sei fazer isso?
  • Autocrítica negativa. Vixi, eu nem sei se tenho esse músculo aí… ah, mas eu sou gorda, não consigo mexer os músclos … hum, eu não tenho essa capacidade…

Esses são alguns pensamentos que passam pela cabeça de muitas alunas. Ou seja, elas acreditam que já deviam saber fazer o que, na verdade, é uma novidade para ela! E muito pelo contrário, a técnica com base no trabalho da consciência muscular é uma ferramente capaz de te  colocar em um lugar de desafio para ultrapassar  um portal para uma nova versão de você mesma.

2020.01.30.foto2
Prática com pandeiro em turma mista.

Por isso, é preciso reconhecer que esse é um processo individual e que merece mais amorosidade e compreensão com cada dificuldade. Além disso, devemos comemorar a cada conquista, né?

Meu amor, então, quando tua prof te trouxer a oportunidade de você usar seus músculos para executar movimentos da sua dança, agradeça e se abra para essa viagem pelo interior do seu corpo.

 

 

Mil beijos e muita amorosidade com vocês mesmas!!

ary_3751Cintia Vilanova

Professora FCBD® Sister Studio de ATS®

AULAS REGULARES | WORKSHOPS | SHOWS

Florianópolis . Santa Catarina (SC) . Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s